banner


Páginas

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

SETE ERROS QUE UM LIDER NÃO PODE COMETER





Hoje, às 11h15 da manhã na cidade do RJ, ministrei  no café dos pastores que aconteceu nas instalações da Rede Boas Novas de TV. A mensagem que Deus colocou no meu coração para compartilhar com todos os pastores presentes, foi: “7 Erros que um líder não pode cometer”.

PERMITIR QUE OS APLAUSOS DO SUCESSO O IMPEÇA DE CONTINUAR OUVINDO A VOZ DE DEUS. (Ap 3.14-22)
Quando o líder perde a sensibilidade para ouvir a voz de Deus, a tendência é se tornar um “profissional do púlpito” disfarçando uma espiritualidade e santidade que não tem. O orgulho provocou essa surdes no líder da igreja de Laodicéia (Ap 3). O orgulho é como uma infecção no ouvido do coração.

DEIXAR DE PRESTAR CONTAS (Hb 13.17).
Nada é mais perigoso do que viver sem ser supervisionado. Uma vida não supervisionada não é vivida com responsabilidade. A prestação de contas protege a integridade do líder. Lideres que prestam contas, vivem de forma responsável diante de Deus e dos homens.

PENSAR QUE A VIDA É FEITA SÓ DE TRABALHO (Mc 6.31).
O ativismo é um aplacador de consciência. Lembre-se, uma mente cansada não produz com qualidade e se torna vulnerável diante dos ataques do maligno. A principal causa do excesso de trabalho do líder, é a falta de limites. Quem nunca diz “não”,  entrega o controle de sua vida nas mãos dos outros, paga divina que não fez e se torna um escravo da sua insensatez. O líder não deve sacrificar o importante no altar do urgente. Tire ferias, respeite o principio da “pausa”, do “sábado”.

QUERER LIDERAR OS OUTROS SEM SER LIDER DE SI MESMO (1 Tm 4.16).
O apostolo Paulo disse a Timóteo, “Tem cuidado de si mesmo...”. Antes de liderar os outros, o líder deve ser líder de si mesmo, e isto tem a ver com domínio próprio sobre os impulsos, desejos, temperamento, emoções etc. Nenhum homem é livre se não aprendeu a governar a si mesmo.

PENSAR QUE É POSSÍVEL FLETAR COM O PECADO E SAIR ILESO (2 Tm 2.22).
Sansão brincou de se deixar amarrar, amarrado ficou. Todos os lideres que conheço que brincaram com o pecado, saíram manchados, queimados, empobrecidos e vencidos. Gosto da frase do meu amigo pr Altomir: “Quem não quer perder para o pecado, não sobe no ringue para competir com ele.” Lemnre-se, o pecado sempre te levará para mais longe do que você imagina, cobrará um preço mais alto do que você esta disposto a pagar. Não flerte com o pecado.

PASTOREAR A IGREJA E NÃO PASTOREAR A FAMÍLIA (1 Tm 3.12)
A liderança de um pastor é aprovada ou reprovada dentro da sua própria casa. O apóstolo Paulo foi radical quanto a isso quando disse, o homem chamado e vocacionado precisa governar bem a sua própria casa para estar apto a dirigir a casa de Deus (1 Tm 3). Sem uma família estruturada, qualquer pastor tem sua liderança questionada.

NÃO LEVAR A SÉRIO O PRINCÍPIO DA HONRA (Ef 6.1,2).
A mesma honra que a Bíblica exige dos filhos em relação aos pais, é exigida na relação dos liderados e lideres. O produz a semente da honrar? Longevidade e prosperidade. Deus não tem prazer na vida de um líder que não pratica o principio da honra. Quem planta desonra, colhe vergonha.

Pr. Josué Gonçalves

http://amofamilia.com.br/portal/artigos_detalhe.asp?cod=1981&sessao=20#.UDYrIcFlTPw 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

ÚLTIMOS ARTIGOS E NOTÍCIAS